quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Impressão plana, Rotativa e Digital

As gráficas estão divididas basicamente em três segmentos: offset plana, offset rotativa e digital. A gráfica convencional utiliza basicamente dois processos de impressão: a impressão plana e a impressão rotativa.

A impressão rotativa é utilizada para impressão de grandes tiragens de rótulos, etiquetas, revistas, jornais, entre outros impressos, os rótulos e as etiquetas são normalmente fornecidos em rolos, utiliza como substrato o papel, o plástico, é um sistema de impressão que favorece o custo unitário para as grandes tiragens, a qualidade de impressão tem evoluido bastante nos impressos comerciais, mas nas pequenas tiragens ainda é inferior a apresentação da impressão plana.

 impressora offset rotativa - substrato em bobina

A impressão plana é utilizada para impressão de pequenas, médias e grandes tiragens, atende ao mercado editorial, promocional, embalagens e comercial.

Os dois processos citados utilizam o sistema offset para a impressão.

A impressão digital sob demanda, ou seja, imprime de uma unidade a algumas dezenas de impressos gráficos, não é apropriada para a impressão de médias e grandes tiragens, devido ao custo de impressão no processo de repetição, dispensa fotolitos, portanto o custo inicial é baixo, mas em algumas situações já perde para a impressão offset plana também nas pequenas tiragens.

 impressora offset plana - substrato em resma    |    impressora digital  

A impressão plana é a que produz os melhores resultados no sistema offset, pois além da qualidade de impressão ser inigualável, os custos em tiragens a partir de 1.000 unidades em média, são bem mais atraentes que a gráfica expressa e dependendo do impresso fazem frente às rotativas também em tiragens maiores, tipo 100.000 unidades.

A impressão offset utiliza fotolitos e/ou CTP (Computer-To-Plate), sistema de impressão direto do computador para a chapa de impressão, este último é um sistema que tende a eliminar o fotolito, que é uma etapa de pré-impressão que está sendo eliminada para agilização da produção gráfica, os custos no produto final são semelhantes.

Coloquei aqui uma breve exposição, para que você tenha uma idéia de qual processo de impressão é mais adequado para a produção de suas peças gráficas. Vale ressaltar aqui que nem sempre o sistema de impressão é totalmente determinante para a sua decisão ser a mais acertada, outros fatores como a qualificação dos colaboradores, a qualidade dos equipamentos e principalmente o compromisso com a qualidade, juntamente com a garantia do produto final, além de outros serviços disponíveis como pronto atendimento e adequação a novas tecnologias e formas de interação com o mercado.

Referência: grafica.wiki.br e graficasbr.com.br

Nenhum comentário: